“Apoio incondicional” ????

Essa é uma das coisas mais ditas por nós gremistas, quando se vai ao estádio. O tal “apoio incondicional”, durante o jogo todo apoiando quem estiver em campo, inclusive tanto cobrado por alguns (eu poderia citar muitos e muitos links agora, inclusive meus aqui, mas…).

Mas agora, depois de quase 10 dias da eliminação da Libertadores, e depois de esfriar bem a minha cabeça (pra não sair falando tanta merda), é hora de mudar algumas coisas!

Entenda o seguinte, primeiro que sou torcedor de estádio, vou a jogos do Grêmio a muitos e muitos anos. Nunca fui “inscrito” em nenhuma torcida organizada, mas sempre frequentei elas em seus momentos, seja a Jovem, Raça e a Geral. Já vi tantos feitos (como final de Libertadores, 5×0 no Palmeiras na mesma competição, Copa do Brasil foram 5 finais, Campeão Brasileiro de 1996), assim como vi tantas merdas (como os rebaixamentos, a Copa do Brasil de 1995, aliás, que ano seria 95 se tivéssemos levado a CB também).

Enfim, estou com o Grêmio onde estiver, sempre. Nos últimos anos então, tenho ido a praticamente todos os jogos desde 2006 e sempre com a mesma postura, cantando, pulando, apoiando. Só em 2012 que isso começou a mudar um pouco. O fato de frequentar mais a social do que a arquibancada não é o motivo da mudança, isso mudou pela idade e por não concordar mais com algumas coisas na Geral. Mas o que importa nisso é que durante esse últimos anos eu também entrei nessa de apoio incondicional.

Bem, a única coisa INCONDICIONAL é meu amor pelo Grêmio, isso não tem dúvida. Pelo clube, pela sua história, pela instituição, mas apenas isso, nada de incondicional com jogadores ou técnicos. Eu tenho respeito e orgulho por todos que aqui vieram e deram o seu melhor, mesmo que não tenham conquistado os títulos que queriam, mas a dedicação e raça que tinham também são respeitadas.

Só que essa “modinha” e a cultura criada com isso deixou o time chegar ao ponto que está hoje, ACOMODADO! Com o próprio técnico pedindo esse apoio da torcida a todo momento (basta ir no Google aí pra ver quantas vezes o Luxa pediu em 2012 e agora em 2013 o “apoio” da torcida).

Bom meu caro, eu entendo que isso é uma troca. Tu joga com vontade e eu vou te apoiar, comemorar contigo na vitória e te aplaudir na derrota, do contrário, pra mim chega! A postura volta a ser como quando eu comecei a ir no estádio, se jogar mal, não se entregar, não buscar a vitória de qualquer jeito, VAI TOMAR VAIA SIM FDP!

Chega desse papinho e desse conformismo torcida!

E acha que por culpa disso eu vou fazer como alguns, que vão a jogos por modinha ou momento. Não mesmo. Amanhã to indo pra Caxias apoiar o tricolor no Jaconi (coisa que eu não fazia a muito tempo era “viajar” para ver o Grêmio, me julguem, mas eu “cresci” e meu trabalho não me “flexibiliza” o suficiente para ir Brasil/Mundo afora), porque eu quero o título esse ano!

Mas também me ocorreu uma dúvida agora, será que o responsável pelo rojão no GREnal de 2012, vai também percorrer os quase 130km do centro de Porto Alegre até Caxias do Sul para ver esse jogo??? Ou será que vai ficar em casa vendo os jogos (como deve ter feito nos de 2012 também, indo só ao último) pelo PPV/Gato/Internet falca/etc.

Enfim, a Libertadores acabou, o tri também, mas 2013 não. Ainda temos o Brasileirão e a Copa do Brasil aí por vir, é hora de juntar os cacos e começar de novo.

A única coisa que eu digo é que eu vou fazer a minha parte, só que o mesmo em campo! Caso contrario meus caros, aguentem as consequências, chega de corpo mole e falta de vontade. Isso aqui é Grêmio! Pra cima deles!

Foto: Ricardo Rímoli / Agência Lance

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...