Noite tranqüila, inteligência e chuva de gols

O Grêmio estava enfrentando um time que vai ser rebaixado do campeonato gaúcho? Sim.

Um time em que os jogadores foram fazer farra e chegaram bêbados na concentração? Sim

E o que se faz contra um time desses??? Goleada.

Muito bem.

Um jogo-treino contra um desorganizado time de Santa Maria o Tricolor mostrou o que tinha que mostrar. Opções de jogadas pelos dois lados com Mario Fernandes voando pela direita e Escudero e Lúcio pela esquerda, até o Gilson não teve mal, mas enfim… Rochemback e sua cabeça erguida como sempre e o Douglas, um maestro regendo os contra-ataques como nunca.

A sabedoria do Renato ontem foi mais uma vez colocada a disposição do Grêmio. Num jogo com aparência de treino no segundo tempo o que poderia ser melhor para entrar em campo do que um garoto de 17 anos que tem forte tendência de ser mais uma promessa do futebol brasileiro.

Leandro - Grêmio

Leandro em seu primeiro gol no Grêmio contra o Ypiranga

Com o jogo bem encaminhando, e o adversário ainda dando a opção de contra-ataques o treinador gremista saca do time um volante para colocar o jovem meia-atacante que entra com todo o gás no jogo e pra fechar, provando que tem um excelente reserva pra Muralha Victor, Marcelo Grohe em uma noite muito segura aparece para a torcida e ainda pega um pênalti com a dica do treinador sobre em qual canto deveria ir.

Apesar de muita gente que fala que o Tricolor não tem o melhor elenco dos times do sul do país tá provado que tem grandes opções no banco de reservas e vou além, até reserva de reserva com qualidade.

Para os mais de 5 mil torcedores do Tricolor que foram ao Olímpico ontem valeu ver entrando no decorrer do jogo o Vinicius Pacheco e o Leandro (saudoso Weverson, hehehe) que fizeram um salseiro na defesa do Santa Maria , gols e bola na trave e não-marcação de pênaltis.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...